Constituição do átomo e um pequeno conselho...

22-07-2010 13:57

Pegue uma folha de papel. Rasgue-a em 2 partes iguais. Agora, rasgue uma dessas partes em outras 2 partes iguais. Continue o processo. Agora faço a pergunta: Teoricamente, você pode rasgar o papel indefinidamente ou haverá um limite?

Rasgando o papel, vamos perceber que, uma hora ou outra, estaremos tratando de moléculas. Ora, moléculas são grupos de átomos. E os átomos são a unidade menor, o tijolo da matéria visível, certo? Bem, era isso o que se pensava há alguns séculos, porém, com o avanço da física e da química e do próprio pensamento humano, descobriu-se que os átomos são constituídos de unidades menores ainda: Em seu núcleo, existem partículas chamadas prótons e nêutrons e em sua órbita, estão presentes os elétrons. Geralmente, as escolas ensinam até ai, pois é o suficiente e conveniente para o vestibular. Afinal, os professores não podem se alongar demais em certos tópicos. Imagine se o professor de história resolvesse contar todos os detalhes de como os aspectos sociais e as relações entre empregado/proprietário dos membros de produção afetam a economia global? Mas, de volta ao assunto, a história não acaba por aqui. Os prótons e nêutrons são constituídos de partículas mais elementares ainda, chamadas de quarks. Existem seis tipos de quarks. Mas a história não acaba por aí... Existem também múons, píons, léptons, neutrinos, antineutrinos, pósitrons, glúons, bósons W e Z, fótons, grávitons (possivelmente), mésons e assim por diante...

Podemos perceber algo: A descrição que geralmente recebemos nas escolas sobre átomos e moléculas não está errada; está apenas incompleta, e isso é perfeitamente aceitável, visto que o programa de vestibular deve limitar certos assuntos. Porém, leitor, se você pretende ingressar no mundo científico, deve começar a perceber que o estudo de áreas como física e química é bastante complexo e, portanto, não deixe para começar estudos mais avançados apenas na faculdade; Se você ainda está no ensino fundamental ou médio e quer ingressar em uma carreira de estudos científicos, esta é a hora de começar a ter estudos mais avançados para que no futuro você possa se destacar entre os demais e acima de tudo compreender nos mínimos detalhes o mundo em que vivemos.